Ir para o conteúdo

O Instituto Nacional do Câncer estima que, neste ano, serão diagnosticados no Brasil 69 mil novos casos de câncer de próstata. De olho nisso, o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC/UFPE), através do Serviço de Urologia, promove neste sábado (15/11) um mutirão para prevenção e detecção do câncer de próstata.

A ação será realizada das 8h às 12h na unidade hospitalar. O acesso será pela Portaria 4. Homens a partir dos 50 anos ou 45 com histórico familiar da doença estão convocados para participar da campanha.

Cerca de 10 médicos, entre residentes e urologistas do HC, participarão do mutirão. A expectativa é de que 300 homens sejam atendidos. O mutirão é realizado em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia/Regional Pernambuco e faz parte da programação da Campanha Novembro Azul.

O chefe do Serviço de Urologia do HC, Fábio Vilar, explica que, no dia do mutirão, será feita uma entrevista com o paciente e o exame de toque retal, que permite ao médico analisar se há alguma alteração na glândula, como o endurecimento ou presença de nódulos suspeitos. Também será solicitado o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico) e agendado um retorno do paciente ao Ambulatório de Urologia do HC/UFPE.

“Essa campanha é importante porque o câncer de próstata é o segundo tipo mais comum encontrado na população masculina. Se diagnosticado precocemente, as chances de cura são de 90%”, explica Vilar.

Esses exames preventivos (toque retal e PSA) são essenciais para a descoberta precoce da doença, já que a doença é silenciosa na fase inicial, sem apresentar sintomas. Apenas num estágio avançado é que ela traz sinais, como dor óssea, incômodo ao urinar e presença de sangue na urina ou sêmen.

Alzheimer é tema de peça em cartaz no Teatro Luiz Mendonça, no Dona Lindu

12 de novembro de 2014 | postado por Cinthya Leite

Os atores Fell Silva e Luiz Navarro contam a história de Lúcio e do seu pai, que tem Alzheimer (Foto: Wedson Gomes/Divulgação)

A difícil relação entre um filho e o seu pai, que convive com a doença de Alzheimer, dá o tom da peça Um minuto pra dizer que te amo, que será encenada em única apresentação, nesta sexta-feira (14/11), no Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. O espetáculo, que começa às 20h, tem texto de Luiz Navarro e direção de Jailson Vidigal.

Em cena, os atores Fell Silva e Luiz Navarro contam a história de Lúcio e do seu pai, que tem Alzheimer. Os dois embarcam numa aventura lúdica em busca das melhores lembranças. Amor, amizade, dedicação e companheirismo são alguns dos sentimentos que permeiam o universo da encenação.

Luiz Navarro é o mesmo autor de Quando o sol vem à janela, outro emocionante texto que, na relação entre mãe e filha, também aborda a doença de Alzheimer.”Minhas histórias falam do incondicional amor que é necessário para que alguém tenha realmente condições de lidar com um paciente que tem Alzheimer. Mas, em nenhum momento, os espetáculos tratam a doença como um mal terminal, pois apenas a usamos para falar poeticamente de vida, morte, solidão, esperança e tantos outros sentimentos e estados comuns aos seres humanos”, explica Luiz Navarro.

O espetáculo Um minuto pra dizer que te amo, com direção musical de Nice Albano e Zé Caetano de Moraes, é realizado pela Trupe Cara & Coragem, do Cabo de Santo Agostinho, em parceria com a Quadrilha Junina Lumiar. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Mais informações: 81 3355-9821 e 81 3355-9822.

Implante coclear traz de volta a audição

10 de novembro de 2014 | postado por Cinthya Leite

Implante coclear é indicado para pacientes que têm surdez sensorial e bilateral e que não obtiveram resposta satisfatória com o uso de próteses auditivas convencionais (Imagem: Divulgação)

Hoje (10/11), o Brasil se volta para o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez, data que tem como propósito levar informação e educação sobre saúde auditiva para a população. Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 15 milhões de brasileiros têm algum problema auditivo. Desses, 350 mil têm deficiência auditiva severa. Uma alternativa que tem dado esperança a muitas dessas pessoas é implante coclear, conhecido também como ouvido biônico.

Nos últimos anos, a procura pelo procedimento tem sido bastante significativa. Com a obrigatoriedade de cobertura pelos planos de saúde, incluindo o Sistema Único de Saúde (SUS), foram realizados 479 implantes em 2009 somente na rede pública. No mundo, são mais de 300 mil usuários do aparelho. A expectativa é que esse número cresça e que mais pessoas com deficiência auditiva possam ter uma melhor qualidade de vida.

A indicação do implante coclear envolve vários critérios. Em linhas gerais, ele está indicado para pacientes que têm surdez sensorial e bilateral e que não obtiveram resposta satisfatória com o uso de próteses auditivas convencionais. O tempo de surdez também é outro fator importante: quanto mais tempo o paciente fica privado de escutar, mais difícil será a reabilitação.

Prótese implantável, feita de titânio ou cerâmica, o implante coclear não aumenta os sons. Ele é um estimulador elétrico. Na verdade, ele fará o papel de todo o ouvido. Esse papel consiste na captação do som, transformação do mesmo em estímulo elétrico e estimulação do nervo auditivo diretamente. Não há necessidade de orelha, membrana do tímpano, ossos do ouvido e cóclea.

Assim, é importante compreender que o implante coclear não devolve a audição normal à pessoa e que a qualidade do som percebido é diferente, mas a pessoa com uma reabilitação adequada feita depois da cirurgia vai aprendendo a compreender os novos sons. Se a pessoa já escutou antes provavelmente se lembra dos sons. Eles serão diferentes, porém ela poderá associá-los aos sons escutados e então relacionar. É como se ela estivesse aprendendo uma nova língua totalmente diferente.

Alguns benefícios do implante coclear:

- Melhora os níveis de audição normal

- Desenvolve fala e linguagem compatíveis com a idade

- Aumenta a confiança em situações sociais

- Melhora a comunicação com a família, amigos e professores

Saiba mais: www.implantecoclear.org.br.

GAC/PE promove 2ª edição da Corrida Contra o Câncer Infantojuvenil

8 de novembro de 2014 | postado por Cinthya Leite

Além dos percursos de 5 km e 10 km, a corrida contará com um circuito de 200 metros para crianças de 6 a 12 anos

O Grupo de Ajuda à Criança Carente com Câncer de Pernambuco (GAC/PE) promove, no dia 30 de novembro, a 2ª edição da Corrida Contra o Câncer Infantojuvenil.

O objetivo do evento, que acontece em parceria com a Corpore Sano Running e a Interne Soluções em Saúde, é chamar atenção para a doença, que tem maiores chances de cura quando diagnosticada precocemente.

A ação integra o Novembro Dourado, momento em que instituições sociais desenvolvem iniciativas de prevenção e combate ao câncer infantojuvenil.

Além dos percursos de 5 km e 10 km, a corrida contará com um circuito de 200 metros para crianças de 6 a 12 anos, além de distribuir premiações para os vencedores, dentro da programação do Recife Antigo de Coração, da Prefeitura do Recife (PCR).

A prova terá largada e chegada na Rua Alfredo Lisboa, Marco Zero, no Bairro do Recife. A concentração será às 7h, com largada prevista para as 7h30. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até dia 26 deste mês pelo site www.corre10.com.br, como também no Paço Alfândega, na Hi Academia (Graças e Setúbal) e na sede do GAC/PE. Preços: R$ 40 (5 km e 10 km) e R$ 20 (200 metros para crianças). Mais informações: 81 3423-7633 / 81 3423-7636.

A primeira infância é decisiva para a aquisição das bases do desenvolvimento (Foto: Stock.xchng)

Os avanços e desafios que envolvem a criação de um Marco Legal destinado às crianças de até 6 anos são tema do 1º Seminário da Rede Primeira Infância de Pernambuco. O evento, gratuito, será realizado nesta sexta-feira (7/11), a partir das 8h, no auditório da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), no bairro de Jardim São Paulo, na Zona Oeste do Recife.

A proposta do encontro é promover a análise do Marco Legal Primeira Infância (PL n.º 6.998, de 18 de dezembro de 2013), a fim de ampliar as discussões do tema em Pernambuco. Para isso, contará com a colaboração de autoridades e especialistas na consideração da criança e garantias de seus direitos desde os primeiros anos de vida.

Já está confirmada a presença do assessor parlamentar da Rede Nacional Primeira Infância (RNPI), Vital Didonet, também coordenador da elaboração do Plano Nacional pela Primeira Infância. O evento terá ainda a participação de representantes da Rede Primeira Infância de Pernambuco (Repi/PE), da Coordenadoria da Infância e Juventude de Pernambuco, do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (Cedca/PE), do Ministério Público e da Escola de Conselhos de Pernambuco.

Os interessados em contribuir para as discussões em torno do Marco Legal para a Primeira Infância podem ser inscrever gratuitamente pelo telefone (81 3423-5751) ou pelo e-mail (cppl@cppl.com.br). O evento é uma realização da Repi/PE, com apoio da Visão Mundial, do CPPL, da Fundação Joaquim Nabuco, da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, do Consórcio dos Municípios da Mata Norte e Agreste Setentrional de Pernambuco (Comanas) e da Amupe.

SAIBA MAIS

* MARCO LEGAL PRIMEIRA INFÂNCIA – Estabelece princípios e diretrizes para a formulação de políticas públicas para a Primeira Infância. De autoria do deputado Federal Osmar Terra, integrante e coordenador da Frente Parlamentar da Primeira Infância, o projeto de lei está em consonância com os princípios e diretrizes da Lei no 8.069, de 13 de julho de 1990 (que dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente), dando outras providências.

* REPI – Conjunto de organizações da sociedade civil, do governo, do setor privado, de outras redes e de organizações multilaterais que atuam na promoção da primeira infância em Pernambuco. Tem como missão fomentar a elaboração, o aprimoramento a integração das políticas públicas para as crianças de até 6 anos, monitorando e avaliando sua implementação.

Serviço:

1º Seminário da Rede Estadual Primeira Infância de Pernambuco

Dia e hora: 7/11, das 8h às 12h

Local: Auditório da Amupe – Av. Recife, 6205, Jardim São Paulo, Recife-PE

Inscrições: Gratuitas. A reserva de vagas pode ser feita pelo telefone (81 3423-5751) ou pelo e-mail (cppl@cppl.com.br)

campanha pela sade
 
Todas as informações apresentadas neste blog estão disponíveis com objetivo exclusivamente educacional. Dessa maneira, nosso conteúdo não pretende substituir consultas médicas, realização de exames e tratamentos médicos. Sempre que tiver uma dúvida, não deixe de conversar com o seu médico, que é o profissional mais adequado para esclarecer todas as suas perguntas. E nunca se esqueça de que o direito à informação correta é essencial para a prevenção e o sucesso do tratamento. E mais: o conteúdo editorial do Casa Saudável não apresenta relações comerciais com possíveis anunciantes e patrocinadores do blog.