Ir para o conteúdo

Estudantes organizam caminhada em prol do Hospital de Câncer de Pernambuco

17 de outubro de 2014 | postado por Cinthya Leite

Corrida é organizada pelos alunos do High School do Colégio Santa Maria (Foto: Divulgação)

A tradicional corrida Terry Fox Run, que acontece todos os anos no Canadá, terá sua versão recifense pelo segundo ano consecutivo. A Terry Fox Walk, comandada pelos alunos do High School do Colégio Santa Maria, será neste sábado (18/10), a partir das 9h, num percurso de 5 km no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Toda a renda da venda das camisas (cada uma custa R$ 22) será revertida para o Hospital de Câncer de Pernambuco.

No ano passado, os jovens conseguiram o valor suficiente (R$ 14 mil) para a aquisição de um colposcópio, equipamento utilizado no diagnóstico do câncer de colo de útero. Desta vez, a meta dobrou e a expectativa é conseguir renda suficiente, cerca de R$ 28 mil, para melhorias da ala infantil do HCP.

“Para a caminhada, criamos uma camisa especial que está à venda na portaria do colégio e será vendida também no dia do evento. Essa é a forma que encontramos de chamar atenção da população e conseguir a verba, importante para as crianças com câncer”, explica a estudante do ensino médio Maria Luiza Lima, 15 anos.

Serviço:

Terry Fox Walk

Dia: 18/10, sábado

Hora: a partir das 9h

Concentração: Colégio Santa Maria – Rua Padre Bernardino Pessoa, 512 – Boa Viagem – Recife/PE

Preço: Camisas custam R$ 22, à venda na portaria do colégio até o dia do evento

Informações: 81 3465-5133

Entre os destaques, estão pães de batata-doce e de inhame, além do sanduíche de pão de cenoura com carne de jaca (Foto: Gil Vicente/Acervo Fundaj)

Amanhã é dia de feira orgânica nos jardins do Museu do Homem do Nordeste (MUHNE) da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), no bairro de Casa Forte, no Recife.

Os alimentos estão à venda graças a uma parceria entre o museu, a Associação dos Agricultores Agroflorestais Terra e Vida e a Associação de Produtores do Assentamento Chico Mendes.

A feira, que acontece todas as sextas-feiras, das 8h às 12h, comercializa frutas, verduras, legumes, tubérculos e demais produtos orgânicos. Entre os destaques, estão pães de batata-doce e de inhame, sanduíche de pão de cenoura com carne de jaca, bolos sem açúcar, sem ovos e sem trigo.

É uma boa opção porque os alimentos orgânicos são livres de aditivos químicos e, por isso, contribuem para manter uma boa saúde.

O MUHNE fica na Avenida Dezessete de Agosto, 2187, no bairro de Casa Forte. Mais informações: 81 3073-6331 e 81 3073-6340.

Pesquisa alerta: 23% dos pais ignoram risco da exposição solar excessiva

16 de outubro de 2014 | postado por Cinthya Leite

Crianças abaixo dos 3 anos são as mais vulneráveis à falta de proteção solar (Foto: Chico Porto/JC Imagem)

Pais e educadores ainda têm muitas dúvidas sobre a forma correta para proteger as crianças dos raios solares. É o que mostra uma pesquisa inédita realizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia/Regional São Paulo (SBD/SP), com o objetivo de avaliar se os brasileiros entendem realmente a necessidade da proteção solar para os pequenos.

O levantamento ouviu 823 pais e 157 educadores em todo o País e chegou a muitos achados. O mais preocupante: 23% dos pais e 19% dos educadores ignoram o risco da exposição solar excessiva.

E mais: apesar de 58% dos pais e 57% dos educadores afirmarem que a exposição excessiva ao sol na infância pode levar ao câncer de pele, o comportamento de risco das crianças e adolescentes brasileiros em casa ou na escola revela que teoria e prática não andam juntas quando o assunto é prevenção.

O maior problema, segundo o idealizador do estudo, o dermatologista Paulo Criado, presidente da SBD/SP, está em estabelecer uma rotina de proteção. “Os pais e professores sabem que é importante usar protetor solar, mas têm insegurança sobre a reaplicação correta e sobre as outras formas que ajudam a afastar os perigos dos raios ultravioleta”, diz o médico. “Além disso, os pais esquecem que, mesmo nos dias nublados, a criança está exposta aos raios ultravioleta, que podem até ser mais nocivos do que nos dias de sol.”

O dermatologista frisa que a família e os educadores, por exemplo, não incorporam à rotina o uso de bonés adequados e a permanência debaixo do guarda-sol. Os números comprovam isso: embora 89% dos pais afirmem que usam protetor solar em seus filhos, a maioria nunca reaplica o produto, o que os deixa vulneráveis à radiação solar . Entre os 11% que declaram nunca usar o protetor solar, 42% alegam que esquecem, 32% não compram porque declaram ser um produto de alto custo e 15% não consideram o filtro solar importante.

Os resultados da pesquisa serão utilizados pela SBD/SP para intensificar a campanha Sol, amigo da infância – pele protegida para toda a vida (solamigodainfancia.com.br). A entidade também pretende ampliar a campanha nas escolas. “Até agora, já atingimos cerca de 170 mil crianças das escolas públicas de todo o Estado de São Paulo. Se considerarmos as escolas particulares, chegamos a 200 mil alunos”, diz Paulo Criado.

A pesquisa mostra mais contradições: 69% dos pais declaram que sempre estimulam o filho a se proteger do sol, evitando o período de pior incidência solar (entre 10h e 15h), mas quase metade dos educadores analisados (45%) deixa os alunos expostos ao sol nos piores horários ou o dia todo. Outros 29% dos professores afirmam que nunca estimularam a proteção solar entre seus alunos.

Mônica tem um recado muito importante para as crianças. Cuidar da pele e da saúde é primordial. Por isso, a campanha Sol, amigo da infância existe para ajudar pais, educadores e as próprias crianças a entenderem mais sobre o assunto.

A pesquisa ainda mostra que as crianças abaixo dos 3 anos são as mais vulneráveis: 32% dos pais afirmam que iniciaram o uso de proteção solar somente após essa idade ou mais, o que indica um longo período sem proteção. A maioria dos pais e educadores acredita que deve ensinar a criança a se proteger do sol desde cedo (57% dos pais e 71% dos educadores), mas 15% dos pais consideram que não se deve usar proteção solar nas crianças abaixo dos 2 anos. E 25% têm dúvida sobre o uso nessa faixa etária. Entre os educadores, esse número é maior: 20% discordam do uso de proteção solar na primeira infância e 28% têm dúvida.

Diário digital controla saúde e crescimento dos animais de estimação

16 de outubro de 2014 | postado por Cinthya Leite

Sistema registra rotina de cães e ajuda a localizar fornecedores de produtos e serviços para os bichinhos (Foto: Divulgação)

Funcional, prático e totalmente digital, o Daily Pet (www.dailypet.com.br) é um diário digital online lançado recentemente para ajudar donos de animais de estimação a registrarem informações importantes dos cães, gatos, aves e outros pets.

Além de memórias e imagens, essa ferramenta é uma importante aliada dos profissionais de saúde, estética ou proteção que zelam pela saúde e bem-estar dos bichos.

Conheça as principais funcionalidades:

* Identidade – A partir de uma linha do tempo desenvolvida de acordo com a raça, idade, gênero e peso, o sistema registra a rotina de cães e gatos em qualquer ambiente.

* Saúde – Clínicas veterinárias, pet shops, hotéis para animais e entidades protetoras (ONGs e Governos) encontram funções, como vacinação e horário de medicamentos, além de orientar sobre dias de consultas veterinárias e dias em que exames devem ser feitos.

* Alimentação e estética – A plataforma digital controla ainda a alimentação e identifica alterações nutricionais, estéticas e fisiológicas, que auxiliam as clínicas e pet shops para um melhor diagnóstico da saúde dos bichinhos.

Ferramenta também diz quando o banho e tosa devem ser realizados

* Suprimentos e alertas – Através de notificações com alertas via e-mail, o sistema auxilia o dono e o profissional que cuida dos pets na localização de fornecedores de produtos e serviços para os bichinhos. A ferramenta também diz quando o banho e tosa devem ser realizados.

* Curtiu? Conta para os amigos! – Outra funcionalidade do Daily Pet é que também pode ser usado como rede social para curtir e compartilhar imagens e vídeos de momentos especiais de cada pet.

* Blog Informativo – Outro benefício para quem é cadastrado no Daily Pet é o blog exclusivo da marca (http://blog.dailypet.com.br), que oferece aos donos de bichos de estimação dicas de nutrição, sugestões de exercícios físicos, saúde e bem-estar.

Guia da Gestante esclarece dúvidas sobre planos de saúde

16 de outubro de 2014 | postado por Cinthya Leite

Publicação desmistifica principais dúvidas sobre planos de saúde (Foto: Divulgação)

A Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) acaba de lançar o Guia da Gestante, durante a conferência internacional sobre parto normal, a Ecos da 9th International Research Conference – Normal é Natural: da Pesquisa à Ação. O evento, que termina hoje no Rio de Janeiro, é voltado para pesquisadores, profissionais e comunidade.

A publicação apresenta 46 respostas esclarecedoras sobre as coberturas dos planos e seguros de saúde no período da gestação ao nascimento do bebê, como tipos de parto, contratação e direitos da gestante e do recém-nascido. O conteúdo também é voltado às mães que vão adotar.

“Percebemos a necessidade de criar mais um material didático e abrangente, desmistificando as principais dúvidas sobre os planos de saúde. O guia utiliza linguagem simples. É muito útil para o planejamento do parto e dar mais segurança à gestante,” explica o presidente da FenaSaúde, Marcio Coriolano.

O Guia da Gestante faz parte da plataforma de comunicação Plano de saúde: o que saber, desenvolvida pela FenaSaúde, que conta com hotsite www.planodesaudeoquesaber.com.br, página do Facebook, Guia do Consumidor e boletins trimestrais.

A publicação está disponível na página www.fenasaude.org.br/fenasaude/publicacoes.

Veja algumas dicas do Guia da Gestante:

- Por qual tipo de parto a mulher deve optar?

A maioria das mulheres tem gravidez normal e pode ter seus bebês de parto normal ou natural. Esses tipos de parto são os mais recomendados pela Organização Mundial de Saúde por trazerem muitos benefícios e implicarem menos riscos para a mãe e o bebê.

- Quais são as coberturas do plano hospitalar com obstetrícia?

Além das coberturas do plano hospitalar sem obstetrícia, estão garantidos: pré-natal, atendimento pediátrico à gestante (a partir do 3º trimestre de gestação), parto e pós-parto, acompanhante durante o trabalho de parto, parto e pós-parto, atendimento integral ao recém-nascido (sala de parto, berçário e UTI), assistência ao recém-nascido durante os primeiros 30 dias após o parto e a inscrição do recém-nascido como dependente do plano sem o cumprimento de carência, em até 30 dias do nascimento ou adoção.

- O pai do bebê tem plano com obstetrícia. Quais são os direitos do bebê?

Para o bebê, o importante é que você, o pai ou o responsável legal, tenha um plano com cobertura obstétrica e que a carência de 180 dias tenha sido cumprida. Nessas condições, os direitos do recém-nascido serão os mesmos: cobertura assistencial nos primeiros 30 dias após o nascimento, adoção, guarda ou tutela, inclusão no plano como dependente, sem carência ou alegação de doença ou lesão preexistente, desde que a inscrição seja feita até o 30º dia do nascimento ou adoção.

campanha pela sade
 
Todas as informações apresentadas neste blog estão disponíveis com objetivo exclusivamente educacional. Dessa maneira, nosso conteúdo não pretende substituir consultas médicas, realização de exames e tratamentos médicos. Sempre que tiver uma dúvida, não deixe de conversar com o seu médico, que é o profissional mais adequado para esclarecer todas as suas perguntas. E nunca se esqueça de que o direito à informação correta é essencial para a prevenção e o sucesso do tratamento. E mais: o conteúdo editorial do Casa Saudável não apresenta relações comerciais com possíveis anunciantes e patrocinadores do blog.